Os custos com o pessoal, significam uma grande fatia na estrutura de custos fixos de uma empresa.

Claro que, dependendo da atividade, o percentual que significam estes custos altera, no entanto, os custos têm de ser controlados, pois quando excedem os 60%-70% das despesas totais da empresa, estamos já numa situação de risco.

Devemos assim saber calcular estes custos com a maior precisão possível.

Mas comecemos pelo principio: quando quer fazer uma contratação, sabe o custo total daquela contratação no final do mês?

Imagine que vai contratar alguém para a função X que irá receber 1000,00 € de Vencimento Base (VB):

Vencimento Base: um colaborador em Portugal ganha 14 salários – 12 salários + 1 subsidio de natal + 1 subsidio de férias

  • 14* 1000,00/12 = 1.166, 67 € (custo mensal)

Taxa Social Única (TSU): de acordo com a legislação em vigor o empregador tem de entregar mensalmente à segurança social 34,75% do VB do colaborador - o empregador paga 23,75% e retém 11% ao colaborador.

  • 1000,00*23,75% = 237,50 €
  • 237,50*14/12 = 277,08 €/mês

Seguro de Acidentes de Trabalho: O seguro de Acidentes de trabalho é obrigatório para todos os colaboradores da empresa sem exceção. Varia de seguradora para seguradora e também de acordo com o prémio. Mas podemos calcular em termos médios cerca de 1% sobre o VB.

  • 1000,00*1% = 10,00 €

  • 10,00*14/12 = 11,67 €/mês

Subsidio de Alimentação: O subsidio de alimentação que está dentro dos limites previstos na lei, não paga TSU. Existindo dois limites distintos para o SA pago em dinheiro ou pago em cartão.

  • 4,52 (limite em dinheiro) x 11 meses (no mês de férias não é pago SA) * 21 (média dias úteis mês) = 1044.12 /12 = 87,01 € / mês

Custos Extra: deverá também ter em conta nesta estrutura, os custos com a Medicina no Trabalho, e Formação, ambos obrigatórios por lei.


Em suma os custos mensais são:

Vencimento Base: 1.166,67 €

Segurança Social: 277,08 €

Subsidio de Alimentação: 87,01 €

Seguro AT: 11,67 €

Custo Médio Mensal: 1.542.43 €

Custo Anual: 1.542,43 * 12 = 18.509.16 €

Isto significa que ao VB deverá acrescentar ca. 54% .


Estes são os custos diretos que devem fazer parte da estrutura de custos da sua empresa.

Muitas empresas atentas a esta realidade, têm já em vigor pacotes de incentivos e benefícios para os seus colaboradores que estão previstos na lei, e que, de alguma forma minimizam estes custos por não estarem sujeitos a impostos.

Os incentivos e benefícios podem também minimizar custos indiretos como por exemplo a saída de colaboradores “estrela”, ajudando a reter talentos. Mas este tema ficará para um próximo artigo.

Se precisar de aconselhamento nesta matéria, entre em contacto connosco.